Carta sobre 2019

By Larissa Bueno - dezembro 31, 2019



Todo fim de ano, gosto de fazer uma retrospectiva pra eu mesma, de todas as coisas boas, como também as ruins que aconteceram no meu ano. Só que esse ano quero fazer diferente, quero compartilhar em formato de carta online, para que eu sempre possa voltar aqui e lembrar dessa época da minha vida. Espero que gostem. Entre na personagem comigo. 
“Oi Lari, 
Se alguém tivesse dito pra ti tudo o que você iria viver esse ano, certamente não acreditaria, foi muito além das suas expectativas criadas no final de 2018. A começar pelo planejamento de ir para a escola de missões na Espanha, mesmo sem um real, ou melhor, euro na carteira, logo no primeiro dia do ano, isso com certeza não estava na sua lista de metas para 2019, junto a um propósito de não namorar até viajar, como se voce namorasse sempre haha . Você assistiu pela primeira vez o filme Titanic, chorando rios de lágrimas, passou boas tardes e noites conversando com uma pessoa incrível, que era o seu amor platônico. Foi ao Jesus vida verão pela primeira vez. Fez a sobrevivência e se saiu melhor do que imaginava, comendo até a galinha que mataram sem tempero nenhum assada em galhos. Escreveu um tanto de carta em tempo recorde. Ganhou uma festa de aniversário de cactos surpresa. Foi em uma pregação do seu pregador favorito. Experimentou o famoso MC flurry e quase faliu aos sábados com seus amigos comprando. Foi para a igreja que você sempre quis ir: a Vinde. Entrou na cabine de comando pela primeira vez e ainda tirou foto com o quepe do comandante. Foi na avenida paulista. Tirou o visto americano. Fez uma visita técnica no aeroporto e um tour pelo Embraer da azul. Terminou o curso de comissária e chorou horrores indo embora pra casa. Participou do dia do abraço e saiu de lá completamente empolgada e cheia de alegria. Sentou em cima do seu oculos e quebrou. Foi muito abençoada na questão financeira para a escola missionária por seus amigos.  Foi em conferencias missionárias. Cortou o cabelo sozinha em casa e deu super errado.  Teve uma despedida surpresa. Teve um envio missionário, onde chorou absurdamente e também foi muito abençoada. Viajou pela primeira vez sozinha, empolgada para o que estava por vir. Encontrou com as meninas em SP e foram para a Europa. Viu pela janelinha do avião chegando na suíça neve e ficou encantada. Passou dois meses fora de casa morando em uma escola missionária. Aproveitou bem o verão europeu.Voltou a tocar teclado, que na verdade era um piano. Estudou bastante, fez amigos, conversava em espanhol com a Beca no centro comercial mesmo errado, serviu no ministério de louvor na igreja que estava, tomou vinho de verdade na santa ceia,  foi abençoada várias vezes por pessoas lá, foi em uma ong de refugiados, foi parar no hospital por ter torcido o tornozelo, foi muito cuidada nesse tempo, aprendeu a se virar sozinha, lavar roupa, faxinar o quarto e a cozinha, aprendeu a fazer macarão com diversos molhos, principalmente de lágrimas haha , chorou bastante, mas deu boas risadas também, ensinou duas crianças a tocarem ukulele. Quase enlouqueceu na primark. Ah, por isso você não esperava, o seu amor platônico virou realidade e começaram a fazer as videochamadas que tanto ama. Escreveu bastanteeee. Entendeu o seu propósito de vida. Conheceu e ouviu pessoas incríveis. Caiu algumas vezes da escada, mas seguiu em frente, passou um bom tempo sozinha, viu vistas maravilhosas do último andar da igreja, teve despedidas, compartilhou sua música em espanhol em um culto, tentou dar um pulinho em outro país, mas não deu muito certo, mais despedidas, presentes inesperados, internet que não colaborava muito, engordou um pouquinho, duas calças já não serviam mais. E ainda quase perdeu a hora de voltar pro Brasil. Chorou mais ainda pra ir embora. Ganhou um ukulele. Mal chegou e nove dia depois foi para os Eua com seus pais. Comeu um donut americano, conversou com americanos, tanto em inglês como em espanhol, não é que funcionou a tática de tentar falar? Rsrs. Desfrutou de uns dias na piscina. Foi a universal citywalk. Passou os 4 dias comendo comida de microondas. E mais uma vez foi ao aeroporto para o próximo destino: New York. Passou frio. Foi ao Walmart e finalmente foi para o novo lar dos seus pais. Foi a uma igreja brasileira e graças ao seu padrasto conheceu a Times Square em Nova Iorque dois dias antes de voltar para o Brasil. Achou o máximo a facilidade de percorrer por três estados em uma hora de carro. Teve um tempo de qualidade com sua mãe. E mais uma vez, choros e mais choros. Pegou um voo em NY para Orlando sozinha, passou o dia todo no aeroporto, com apenas uma mala de mão e uma cafeteira que você insistiu em levar. E finalmente depois de horas e conexões chegou ao Brasil. Sofreu de dores nas bochechas de tanto rir. Assumiu uma vida de morar sozinha, aprimorando os dotes culinários aos poucos, tendo que dirigir constantemente, lavar o carro, cuidar de um cachorro, pagar boletos e ect. Surgiu a ideia de criar um blog e o Ismael começou a trabalhar com você sobre isso. Conheceu a Bia, sua cunhada hoje. Chorou diversas vezes em videochamadas. Fez um bate e volta para Campinas e foi aprovada na Anac. Foi pedida em namoro pela pessoa que você mais ama, e claro: aceitou, como não aceitaria? Compôs mais de 15 músicas nesse tempo. Ganhou uma amiga que vai levar pra vida toda, dona Rebekah.  Lançou o blog, conversou com várias meninas incriveis, testou diferentes formas de fazer leite condensado vegetal para fazer brigadeiro, e quase nenhum ficou parecido com o verdadeiro. Conseguiu estacionar em uma vaga de supermercado bem apertadinha. Foi ao Céu na Terra tour em Vix. Tomou banho de chuva pela primeira vez em seus quase 20 anos nesse dia e ainda por cima ficou pertinho do João Paulo enquanto pregava. Fez algo que não estava na sua lista: ir ao intensivo de evangelismo no dia seguinte com seus amigos. Descobriu o seu propósito de vida. Aprendeu a fazer outros bolos sem leite. Participou da conferencia sacerdotal na sua igreja. Seguindo o conselho do Ismael, começou um caderninho de receitas. Iniciou um curso online. Decidiu não cortar o cabelo mais para deixar crescer finalmente. Testou várias receitas em um dia e nada, nadinha deu certo.  Assistiu mais filmes que em toda a sua vida nos ultimos seis meses. Foi liberada das consultas com a nutricionista, que segundo ela você já esta conseguindo caminhar com as próprias pernas nesse mundo como intolerante. Iniciou um grupo no whatsapp com meninas para trocar experiencias e conversar sobre vários assuntos. Conheceu os seus sogros e passou o natal com eles. Começou a levar o pinterest mais a sério, e bom, está dando certo. Começou novos hábitos. Chorou mais um tanto. Postou uma música autoral no canal. Diante de tudo isso, o seu coração hoje está completamente grato, pois foi mil vezes melhor do que o que você tinha programado ou que merecia, literalmente além das suas expectativas. Espero que o seu 2020 seja completamente fora do comum, que assim como 2019, ele supere todas as suas expetativas e que você viva tudo o que precisa viver nesse tempo. E Nunca esqueça: você pode voar mais alto.” 

Recado do bem: para quem quiser participar de um grupo de meninas interativo no whatsapp sobre diversos assuntos, relacionados aqui do blog, sobre desenvolvimento pessoal e outras coisas relacionadas a vida em si, por favor responda um formulário clicando aqui com suas informações de contato, você será muito bem-vinda.

Não deixe de me seguir no Pinterest, clicando aqui, onde compartilho várias coisas interessantes sobre desenvolvimento pessoal, organização, vida saudável, receitas e produtividade, como também se inscreva na Newsletter, logo aqui em baixo, no rodapé do blog para que você receba as notificações sempre que sair post novo aqui no blog e faça parte dos seguidores do blog se inscrevendo logo abaixo também. Tem várias coisas legais por aqui aproveite para conferir navegando pela página, é muito bom ter você aqui com a gente.


Compartilhe com quem você gosta!!
Com carinho, Lari .

  • Share:

Você pode gostar também

0 comentários