10 perrengues de viagem

By Larissa Bueno - janeiro 29, 2020


Tudo tem a sua primeira vez mas se tiver alguém para falar antes muita coisa pode ser polpada e mais preparada você ficará. No post de hoje quero compartilhar com vocês de forma simples os maiores perrengues que eu já passei em viagens de avião como também no aeroporto para que você saiba o que pode um dia acontecer e caso não, dê boas risadas com a minha experiencia.

1. Cadeado da mala:  Deixei para colocar tão pedido TSA nas viagens internacionais no aeroporto em que ia pegar o voo para a Suiça porque precisava desocupar a mala antes de despachar por causa do peso excedido. Entretanto, acabei me distraindo e ao fazer o despacho a minha mala foi sem cadeado algum, quem quisesse abrir podia abrir. Quando saí da fila me dei conta, mas ela já tinha descido na esteira de despacho. A Thamy uma das meninas que também iria viajar comigo me acalmou e orou comigo para que Deus guardasse a minha mala. Minha ação em seguida foi trancar a de bordo pelo menos, mal sabia eu que não era necessário. Resultado: no raio-X da Suiça nem por decreto a mala abria, cheguei a machucar os dedos tentando abrir com o código, mas não abria de jeito nenhum e eu precisava abrir para tirar o notebook, eles tiveram que estourar o zíper da minha mala novissima para eu conseguir tirar.

2. Não saber falar a lingua: Continuação da história acima, não foi tão fácil assim, porque eles não falavam ingles, e eu não falava alemão suiço. Entrei em desespero porque como eu me comuniacaria? Graças a Deus tinha uma brasileira que sentara junto com outras meninas que falava alemão, que impediu eles de quebrar a minha mala inteira por causa do cadeado que não abria. Em NY também tive problemas com a lingua, porque estava misturando espanhol com ingles e portugues, então foi dificil explicar o que eu queria.

3.Despacharam minha mala de bordo sem eu ter pago para isso. Estava eu na fila de embarque para Orlando em uma videochamada com meu namorado, quando chegou minha vez entreguei o cartão de embarque no modo automatico ainda falando com ele. A moça falou algo que não prestei atenção e colocou uma etiqueta na minha mala que eu só fui perceber quando ao me aproximar da porta do avião um homem que estava uniformizado pegou a minha mala e de outras pessoas, questionei, mas ele disse que por causa daquela etiqueta ela precisava ser despachada. Fazer o que. Só que se fosse só isso tudo bem, entretanto eu precisava do moletom que estava dentro dela e só fui lembrar já dentro do avião.

4. Presa no banheiro do avião: Embora eu tenha feito curso para comissaria de voo e aprendido a abrir a porta do banheiro pelo lado de fora, eu me prendi no banheiro do avião indo para a Espanha. Uma luz ainda por cima se acendeu depois deu usar o vaso e eu entrei em panico quando a porta não abria de jeito nenhum. Isso durou uns 3 minutos até que graças a Deus uma comissária gentilmente percebeu que alguem estava trancada dentro do banheiro e abriu a porta por fora como eu tinha aprendido.

5. Nao dormi em um voo de 12h: Não porque estava desconfortável ou estava sem sono mas de preocupação por dois homens que eu não conhecia estarem do meu lado que não falavam ingles aparemente com medo de que eles quisessem ir ao banheiro durante o voo e eu, que estava na ponta, estivesse dormindo e os atrapalhasse. Então eu fiquei a noite toda cochilando, despertada a cada 2 minutos preocupada, e eles nem se quer levantaram durante todo o voo.


6. Mala pesada pra colocar no bin: Como falei nesse post sobre dicas de viagens eu trouxe de volta para o Brasil uma mala de 14kg a bordo da aeronave, a parte pior disso era colocá-la no bendito espaço acima dos assentos. Antes de voar as meninas me ajudaram a colocar mas na hora de descer um homem fez que ia me ajudar mas na hora deixou o peso da mala praticamente todo em cima da minha mão resultando em hematomas logo depois.

7. Não saber para onde ir. Isso sempre acontece comigo e vezes fico parada tentando adivinhar sem querer perguntar mas uma dica boa é, se você saiu do avião e quer por exemplo pegar a mala ou encontrar a saída mas não tem nada especificando é: siga todo mundo. Onde a maioria está indo com certeza é a saída que você precisa nesse sentido. Foi assim na Suiça, não falávamos alemão, então seguimos onde estavam indo a maioria das pessoase conseguimos achar o que procurávamos.

8. Carregar o celular no avião nem sempre funciona: Estava em Orlando esperando meu voo para o Brasil e usei o celular o dia inteiro para me distrair afinal eram muitas horas de espera, não tinha nenhum livro nem outra coisa pra fazer então a bateria do celular foi por agua abaixo.Não me importei porque nos aviões tem a entrada usb para carregar. Assim que encontrei meu assento coloquei pra carregar e fui assistir filmes, acabei dormindo e quando despertei quase chegando em SP o meu celular não tinha saído de 1%, como eu conseguiria me comunicar dizendo que cheguei bem? Não consegui, só depois de ficar um tempão sentada no aeroporto esperando carregar.

9. Carrinhos de mala na hora de ir ao banheiro: Ou você anda com as malas empurrando mesmo ou não queiram ir ao banheiro. A dificuldade que se tem de entrar em um banheiro com o carrinho é imensa e as vezes de qualquer forma tem que deixar o carrinho do lado de fora e entrar com as malas se estiver sozinha, não fiz nem um nem outro, entrei no banheiro para cadeirantes com o carrinho e foi a pior sensação da vida, porque ele não vai pra direção que você quer e o espaço é pequeno para mover, não façam isso definitivamente.

10. Encontrar pessoas:  A probabilidade de você se perder e não encontrar quem gostaria é gritante. Eu por exemplo não sabia que existiam mais de um starbucks no aeroporto de guarulhos, muito menos que existiam mais de 5. Combinei de encontrar com uma das meninas no Starbucks, e assim que cheguei no aeroporto procurei por ele, quando encontrei sentei e fiquei esperando e passaram-se horas e ela dizendo que estava em frente ao Starbucks e também falava o que tinha perto e era a descrição exata do que estava na minha frente, porém não era lá. Depois de muito tempo conseguimos nos encontrar.

Você se identificou com algum desses perrengues de viagens? Se sim, me conte nos comentários como foi para trocarmos boas risadas rs. Embora sempre achamos que estamos preparadas para fazer uma viagem sem enfrentar nenhum problema, alguma coisa acontece, eu acredito que essa é a caracteristicaa: não ser normal, que no final acaba dando tudo certo.

Se você quiser aproveitar várias ofertas que a Air France está disponibilizando para vários destinos diferentes saindo de SP clique aqui!

Compartilhe com quem você gosta!
Com carinho, Lari .

  • Share:

Você pode gostar também

0 comentários