Como treinar o ingles em casa com 7 passos

By Larissa Bueno - janeiro 16, 2020



Se você não usa o inglês diariamente em algum curso ou trabalho, provavelmente já tenha esquecido boa parte do que já aprendeu quando estudou e aprendeu, qualquer segundo idioma, porque afinal tudo na vida é questão de prática, a gente fica enferrujado quando não pratica e exerce algo com precisão.

Eu fiz curso intensivo de inglês, intensivão mesmo, durante um ano e desde 2018 não tive a oportunidade de imergir totalmente o inglês na minha vida profissional nem em outra área, pois não teem o porque eu falar inglês no Brasil e com isso percebi no ano passado, depois de ter vivido durante dois meses imersa no espanhol diariamente na Espanha que é preciso ter constância, se não treinamos, a gente esquece e também não desenvolve, porque é algo que sempre tem que estar estudando. Então decidi entrar 2020 com novos hábitos, onde falei nesse post sobre alguns deles, e também imergir no inglês estando no Brasil de forma disciplinada e autodidata, espero que também ajude você, que sabe inglês e precisa treinar.

A primeira coisa que eu fiz foi começar a ler em inglês, para aumentar o vocabulário e também a interpretação de texto.Comecei no dia primeiro de janeiro a ler a Bíblia em inglês, essa é uma ótima dica para ler algo que você já tem ideia do que se trata na sua lingua materna, com isso a leitura é mais fácil e você consegue adquirir mais conhecimento. Quando estava na Espanha percebi um dia que orei em espanhol dentro de mim devido a influencia da leitura da Bíblia que estava tendo também. Pegue um livro que você goste e comece hoje mesmo a ler ele em ingles. 

Procurando vídeos de receitas veganas para assistir no Youtube encontrei um vídeo de uma gringa, assisti e através do canal dela encontrei outros e mais outros canais super interessantes que tenho acompanhado desde então. Quando você assiste algo que você gosta e se interessa não tem como ficar monótono ou chato, torna-se tão parte do seu dia que não existe dificuldade. Quero indicar para vocês o Canal da Maya Lee, que sinceramente foi a minha preferida, assisto todos os dias algum vídeo dela, e por mais enferrujada que você esteja, com certeza vai conseguir compreender, ela tem uma fala rápida mas não embolada e atrapalhada, é fácil a compreensão, nem vai precisar de legenda. Isso tem me ajudado tanto que até sonhando em inglês estou desde o dia que comecei a assistir muitos vídeos assim pois você não só assiste para treinar o inglês mas ajuda no seu desenvolvimento pessoal.

Deixar a legenda em português de lado e parar de assistir filmes dublados é algo muito benéfico. Você vai ver que não precisa pois você consegue entender, pelo menos o contexto, e conforme vai praticando o que antes era difícil se torna fácil. A única coisa legal de fazer é deixar a legenda em inglês para você acompanhar direitinho a pronuncia de cada palavra, para quem ainda está aprendendo ou precisa desenvolver mais o inglês.

Continuo acreditando na facilidade que a música e podcasts tem de nos ensinar e fazer treinar um idioma. Eu por exemplo gosto de colocar uma playlist de ministração da Bethel na TV e ficar escutando enquanto arrumo a casa ou faço outra coisa, pois existe todo um contexto da ministração com a música em si. 

Outra coisa que costumo fazer é escrever as minhas To Do List em inglês, como também escrever sobre o meu dia em poucas palavras para estimular o cérebro no aqui e agora.

Finalmente, a hora de falar, como podemos praticar em casa? Se você não tiver algum amigo para fazer uma videochamada semanalmente ou ainda quer treinar mais uma dica legal é conversar com você mesma. Eu geralmente finjo que estou gravando um vídeo, tipo do nada, e começo a falar aleatoriamente, por mais que pareça algo simples, faz a nossa lingua ficar mais desenvolvida e a nossa mente, mais exercitada, pois estamos pensando, falando e ouvindo ao mesmo tempo.

Se você tiver alguma dica para compartilhar que deu certo com você, conte nos comentários para que possamos colocar em prática também.

Compartilhe com quem você gosta!
Com carinho, Lari.



  • Share:

Você pode gostar também

2 comentários