Não se acostume com o que você vê

By Larissa Bueno - janeiro 14, 2020



É incrível como conseguimos perder a percepção quando algo se torna um hábito. A sensação de prazer, euforia e até mesmo aquele frio na barriga são dispensados à medida que o tempo passa e posso dizer com toda a certeza de que isso não é bom. 

Durante quase 73 dias eu estive todas as manhãs em um lugar especifico na Espanha, olhando para a mesma vista e no mesmo horário. Fazendo isso de forma humana, depois de cinco dias não iria perceber nada de diferente pois os meus olhos já teriam se acostumado com aquilo que eu via. Entretanto, desde o primeiro dia o meu desejo era para que todos os dias eu pudesse enxergar algo novo, de maneira que eu não perdesse a percepção nem deixasse passar nada oculto aos meus olhos. 

A varanda mostrava a vista de uma montanha sem vegetação, uma rodovia em frente a ela com um céu azul sem muitas nuvens geralmente e poucas arvores e plantas mais perto. A minha expectativa humana poderia não esperar muita coisa, mas ela foi destruída completamente todos os dias. Um dia eram as aves azuis que chamaram a minha atenção, outro era uma nuvem em forma de coração que eu quase não consegui registrar e uma das coisas que mais me chamou a atenção foi a quantidade de aviões que eu conseguia avistar em uma hora estando ali desfrutando daquele momento. 

Definitivamente, perceber isso mudou tanto a minha visão interna quanto a externa. Não era impossível, pelo contrário, é acessível a nós, só precisamos acessarmos. Nós não precisamos estar todos os momentos mudando de lugar, estação e tempo. Precisamos sim estar com os olhos atentos aos detalhes e não deixar que eles se acostumem com o que é visível aos nossos olhos. Sempre haverá algo novo, mesmo estando em um mesmo lugar. O segredo, deixa eu te contar, é fazer percebível aquilo que muitas vezes achamos que não vale a pena notar, limpando os nossos olhos para que eles consigam ver com clareza aquilo que deve ser visto de uma maneira única e singular. 

Se você gostou desse post e ele te ajudou de certa forma, me conte aqui nos comentários que vou adorar saber! Ah, e se quiser ficar mais pertinho de tudo o que acontece aqui no blog, me acompanhe no Instagram (@larissabuenoc), onde sempre compartilho com vocês as atualizações dos posts, interajo com vocês e recebo também sugestões de posts para escrever por aqui.

Compartilhe com quem você gosta! 
Com carinho, Lari.

  • Share:

Você pode gostar também

0 comentários