Não precisamos dizer sim para tudo

By Larissa Bueno - novembro 16, 2020




Assisti alguns stories esses dias  que me fez refletir muito até o ponto de não conseguir guardar só para mim as reflexões criadas na minha cabeça. Sobre como nos comportamos diversas vezes em variadas situações em que somos expostos ao não de uma pessoa e também a muitas vezes falar que vamos fazer, aceitar, compartilhar algo quando na verdade não queremos assim o fazer. 

Sabe, tanto você quanto eu já falamos sim para aquilo que podíamos dizer não.  E realmente  não queríamos dizer sim, mas por pensar sobre o que as pessoas iriam dizer sobre nós se disséssemos o "não " nos amedrontava, fazendo quase que automaticamente o sim sair pelos nossos lábios, ainda que a nossa mente insistisse em nos alertar que não era para fazermos isso.  Não estou dizendo aqui sobre coisas que podemos fazer e escolhemos não fazer por ruindade ou coisa do tipo. Mas sobre coisas que por muitas vezes, fazemos só para não pensarem mal da gente, o que nos faz carregar muitas coisas que, talvez, poderíamos não estar carregando se disséssemos não. 

A nossa tendencia é querer agradar todo mundo, é querer ajudar o máximo de pessoas possíveis mesmo que isso nos custe o nosso tempo de descanso, ou talvez fazer algo que não esta na nossa essência ou com o nosso propósito de vida.  

Muitas vezes, querendo ajudar, não tendo dito não para aquilo que eu poderia ter dito não, eu tive que lidar com muitos conflitos dentro de mim. Que na verdade só estavam me sugando e eu não sentia tanto prazer em fazer aquilo sabe? Porque somos taxados a ser uma pessoa ruim quando falamos nãos com frequência e isso nos assusta a tal ponto de falar sim até quando não deveríamos dizer sim. 
Seja para ir a um lugar, seja para uma compra que na verdade você não estava planejando fazer, ou para uma nova tentativa no seu relacionamento, para conversas infrutíferas, e até mesmo para falar sobre aquilo que você não precisa compartilhar. 

A nossa essência é colocada em jogo. Porque acabamos nos movendo em atitudes que muita das vezes nem queríamos fazer mas por ter tantos paradigmas na cabeça sobre o que o outro pode pensar de você acabamos dizendo com ainda mais frequência o sim. 

Eu particularmente tinha muita dificuldade de negar um convite de alguém, seja para sair para comer ou dormir na casa de alguém, até mesmo sobre oferecer acolhimento para alguém quando na verdade eu quem estou precisando. E com isso, eu começava a dar várias desculpas para não ir a um ligar que na verdade desde o início eu não queria ir. Me sentia numa saia justa. Lembro que no início do ano eu recebi uma proposta para uma certa coisa, que não tinha nada de ruim sabe? Mas não foi algo que eu, Larissa, tinha planejado fazer, nem muito menos precisava. Fui, mesmo assim, ouvi a proposta e por mais incrível que pareça eu não consegui dizer não.  Parece que a gente trava nesses momentos, persuadidos por uma estratégia de marketing ou qualquer outra coisa, mudamos completamente a nossa vontade instantaneamente. Quando voltei para casa, durante todo o trajeto fiquei pensando na conversa que tivera e aquilo me gerou tanto desconforto, que durou até um pouco mais a noite. Depois que finalmente tomei coragem e falei o que eu realmente deveria ter tido, sem medo do que iriam pensar. E assim eu consegui descansar, tirar todo aquele peso, era algo relacionado a estudos sabe? Não tinha nada demais nisso mas não fazia sentido para mim naquele momento e posso afirmar com toda certeza: não esta fazendo falta. 

Precisamos assumir as nossas decisões de forma mais pontual sabe? Nos nos acostumamos a falar tantos sim e temos muita dificuldade de dizer e ouvir nãos em nosso meio.  O não muitas vezes é necessário, ele nos dá a segurança de não fazer as coisas por impulso ou que nos atrapalhem de viver aquilo que nascemos para viver. O Thiago Brunet, em uma ministração sobre isso disse algo que cravou em meu coração, que é mais ou menos: as vezes damos uma volta ao mundo para chegar no nosso real propósito porque não soubemos dizer não.  O que nos fez andar por outros caminhos. O propósito não vai mudar, mas o caminho pode ser ainda mais longo se tomamos as atitudes erradas e isso inclui querer dizer sim para tudo o que vier as nossas ate mesmo quando algo é bom e agradável aos olhos. As vezes, passamos por dores devido a escolhas que fizemos, e se você parar para pensar bem poderia ter dito não, poderia ter falado que não podia quando realmente não podia fazer. Remoer isso na verdade não vai te trazer coisas boas, mas você pode mudar isso a partir de agora.

Vão ter momentos que teremos que dizer NÃO para o bem de todo mundo. Mas principalmente para que você não se perca na sua essência.  Para que não faça aquilo que você não foi designada para fazer. O não, na verdade não é sinônimo de que uma pessoa é má ou que tenha uma vida errada, não.  Ele te protege sabe? Mas precisamos saber falar o não, com carinho e em amor para que nós não nos tornamos pessoas arrogantes e cheia de nós mesmos. Infelizmente as pessoas vão falar, seja nós falando sim, seja falando não, mas o mais importante é não nos desviarmos daquilo que Deus colocou em nossos corações e saber respeitar também os nossos limites para que o sim não seja uma armadilha para as nossas vidas.  

Pode ter a seguinte certeza: dizer não pode ser libertador.


Estamos tendo  POST NOVO TODOS OS DIAS em novembro em comemoração ao primeiro ano de blog. Então para não perder nadinha do que está vindo por aí, todas as manhãs às  09:00 no horário de Brasília se inscreva na newsletter para receber a notificação por e-mail.

Não deixe de me seguir no Pinterest, clicando aqui, onde compartilho várias coisas interessantes sobre desenvolvimento pessoal, organização, vida saudável, receitas e produtividade, como também se inscreva na Newsletter, logo aqui em baixo, no rodapé do blog para que você receba as notificações sempre que sair post novo aqui no blog e faça parte dos seguidores do blog se inscrevendo logo abaixo também. Me acompanhe também no instagram que é @larissabuenoc. Tem várias coisas legais por aqui aproveite para conferir navegando pela página, é muito bom ter você aqui com a gente.

Compartilhe com quem você gosta,
Com carinho, Lari.

  • Share:

Você pode gostar também

2 comentários

  1. Semana passada eu estava justamente refletindo sobre isso depois de ter escutado um episódio de um podcast. Eu já passei por cada desconforto por não ter dito "não", cada peso, que só consigo pensar o alívio que é aprendermos a dizer não. Ainda preciso trabalhar MUITO isso, mas já consigo sentir a leveza de dizer quando preciso for.
    Ótimo post, Lari!

    Abraços,
    Any.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho refletido bastante também sobre isso, parece que esse peso que vem sobre nós, de certa forma nos atenta a querer dizer mais nãos quando necessário também e não é uma tarefa fácil, precisamos realmente trabalhar muitooo nisso!!! Beijo Any

      Excluir