Saia a sua zona de conforto

By Larissa Bueno - setembro 26, 2021



Pode parecer o local mais confortável do mundo, quando tudo a sua volta parece familiar, quando as pessoas dizem o que você gostaria que elas dissessem e quando as coisas estão sobre o seu total controle. Mas o que dizer daqueles sonhos que estão estagnados dentro de uma gaveta trancados com tantas chaves? Quanto aos medos e inseguranças que ainda estão presentes na sua vida apenas porque não se comprometeu a sair da zona de conforto para avançar um pouco mais como pessoa, o que dizer quanto a isso?

Não é a melhor coisa do mundo quando vivemos diariamente as mesmas coisas, com as mesmas dinâmicas, sempre nos mesmos horários e datas previstas. Quando um imprevisto acontece que nos força a abandonar essa nossa zona de conforto é quase que um confronto com a nossa própria pessoa, pois já estamos acostumados a fazer e viver sempre o mesmo.
Viver dentro de uma bolha, cercada por coisas familiares e conhecidas por mais que seja agradável, não nos força a mudar e evoluir, não nos faz sermos melhores do que fomos ontem. É apenas quando saímos dessa bolha que conseguimos enxergar outras possibilidades, outros caminhos, alternativas e outras zonas, que não serão tão confortáveis, mas que forjarão em nós um caráter. Basta escolhermos o lado bom disso tudo.

Olhando para o mar, vendo as pessoas na areia jogando bola ou apenas curtindo o restante dos raios solares que invadiam aquela praia, outras surfando e ainda outras passeando com seus cachorros como era a minha situação, entendi que existem diversas formas de aproveitar a praia, e todas são saudáveis, se prender a mesmice de sempre, ir apenas para fazer tal coisa, pode acabar perdendo o sentido do que realmente é a praia entende? E quando formos convidadas a participar de outras atividades, bem ali, em um lugar familiar, recusaremos por estarmos presas a nossa bolha de ir todos os dias a praia para fazer tal coisa.

Esse é só um exemplo que veio a minha mente e que no mesmo instante me fez perceber que tenho estado nessa bolha diariamente e refletindo sobre isso percebi que a zona de conforto nos conforta de tal forma que torna difícil a saída dela. Fazer as mesmas coisas todos os dias, no mesmo tempo, da mesma forma, pode parecer um hábito bom, mas realmente isso é um hábito que construímos ou apenas um lugar de conforto para evitarmos de viver experiências novas e fora dela?

É algo a se pensar e refletir constantemente sempre que estiver fazendo algo pela terceira vez em dias seguidos por exemplo, se questionar e mudar se necessário, mudar os ambientes, a forma de fazer determinada tarefa, os horários, enfim, há uma vasta possibilidade para sairmos dessa zona que é tão confortável.

Seja no domingo, na segunda, na quarta ou em qualquer dia que estiver lendo esse texto, o meu conselho para você é:  descubra o que te trás conforto saia dessa zona de conforto. Existe uma certeza de que você não será mais a mesma pessoa, e está tudo bem ir se adaptando, vendo o que funciona melhor para você, só não se prenda e deixe de viver experiências boas por estar presa em uma bolha. Em uma bolha que só está te privando de viver o que você precisa viver. Não estou dizendo experiências que fogem dos seus princípios e te farão decair ao invés de te fazer crescer, mas sair da bolha que te impede de prosseguir e seguir avante. Pense nisso.



Compartilhe com quem você gosta,
Com carinho, Lari.

  • Share:

Você pode gostar também

0 comentários